Entrevista com Paulino Lamenha

Como escrevi em outro tópico não foi possível minha ida para Guadalajara como eu planejava desde o inicio deste ano. No entanto, busquei de alguma outra forma passar a visão de um Brasileiro em contato direto com os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011. Me lembrei de uma pessoa que me contactou, via Orkut ainda, sobre a viagem até Guadalajara.  E achando esta pessoa, agora no facebook, pedi ainda durante sua viagem em Guadalajara uma espécie de entrevista para o blog que foi prontamente atendida.
Essa pessoa é o Recifense Paulino Lamenha de 38 anos que trabalha na área de recreação e treinamentos. Alucinado por esportes Paulino esteve como telespectador em diversos eventos esportivos dentre eles o Campeonato Mundial de Basquete Feminino (São Paulo 2006, República Checa 2010 e Colômbia 2011), XV Jogos Pan-Americanos Rio 2007 e claro os XVI Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011. Paulino ainda tem planos futuros de ir para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012 pro Mundial Feminino de Basquete na Turquia em 2014, Jogos Pan-Americanos de Toronto em 2015 e Jogos Olímpicos Rio 2016. Leia a entrevista a seguir e no final dela você encontra um slide show com fotos do Paulino em Guadalajara.

Mundo Voluntário - Como você começou a se interessar por eventos esportivos e viajar para assisti-los?

Paulino Lamenha - O interesse por eventos esportivos iniciou com o basquete feminino, desde os velhos duelos UNIMEP x MINERCAL entre 1986 e 1987. Mas viajar para assistir a esses eventos, só a partir do Mundial de basquete que foi realizado em SP em 2006.

MV - Como foi a preparação da viagem para Guadalajara?
PL - O planejamento começou no encerramento do Pan do Rio. Depois disso vieram as buscas por ingressos, hotéis e finalmente as passagens. Tudo isso com muito acompanhamento nos sites do evento, para já ir sentindo o clima Mexicano. Ao todo foi 1 ano de preparação intensa.

MV - Quais foram as suas primeiras impressões da Cidade-Sede e do Evento em geral?
PL - Cheguei em um dia chuvoso, por conta do furacão vindo do Caribe. Mas logo deu para perceber que a cidade "abraçou" os jogos. Guadalajara é uma perola do Oeste mesmo, como é conhecida por lá! Muita historia, muitos museus e prédios histórico, combinado com uma arquitetura moderna de algumas pontes e prédios completamente espelhados.

MV - E do povo mexicano? Como foi a sua interação com eles? Era possível ver nas transmissões que nem sempre eles torciam pelo Brasil, ao contrário do que se pensava.
PL - O povo mexicano é muito receptivo. Eles faziam questão de receber bem e mostrar o orgulho de seu país e sua cidade. Mas para minha surpresa, em muitas competições torceram contra nós, sobretudo contra seleções de Cuba e Rep Dominicana.
Paulino e a Torcida Mexicana
MV - Você esteve presente na maioria das competições com Brasileiros no Pan, como foi para você ser sinônimo de “Torcida Brasileira” principalmente nas transmissões ao vivo?
PL - Rsrsrs... Engraçado que não temos essa noção lá. Ate porque a maioria das vezes que brasileiros eram televisionado, era pela câmera exclusiva, que não chamava muito atenção para nós que estávamos na torcida. Quando as imagens eram da TV oficial, sabíamos que estávamos ao vivo para toda a América. Foi divertido e bem diferente!

MV - E como foi sua interação com a torcida local?
PL - Apesar de não torcerem sempre por nos, é um povo muito simpático e que torcia loucamente. A interação foi muito boa!

MV - Havia também muitos Brasileiros em Guadalajara, como foi sua interação com eles?
Paulino e os Chapolins do Pará
PL - Sim! Aos poucos íamos ficando mais próximos! Fiquei mais amigo dos Chapolins do Pará, uma turma da cuíca de SP, do Leonardo (que se tornou voluntário) de MG. É legal porque quando os brasileiros se encontram fora do seu país, se juntam e parecem ser amigos de longas datas! Espero encontrar alguns deles em Londres e em Toronto 2015! Já esta marcado!






MV - E como foi encontrar com atletas e ex-atletas Brasileiros por lá?
PL - A aproximação não era muita. Mas tivemos o prazer de jantar com a seleção de vôlei masculina, logo apos a medalha de ouro!

Paulino e Bruninho na comemoração da Medalha de Ouro.
MV - Qual foi a situação mais engraçada que você passou em Guadalajara?
PL - Não que passei, mas que vi! A conquista da medalha de ouro pelo judoca brasileiro, que estava todo borrado! A torcida mexicana foi ao delírio!


MV - Qual foi o momento mais marcante para você nos Jogos Pan-Americanos 2011?
PL - A medalha de ouro da Ginastica Masculina por equipes! No ultimo aparelho, foi demais!


MV - E agora, Londres 2012?

PL - Tá chegando! Menos de 250 dias! Já tenho ingressos para todos os dias (3 eventos por dia), passagens e hospedagem! Espero que sejam grandes jogos e que seja igualmente inesquecível!




Clique no Play e assista o slide show com fotos do Paulino em Guadalajara.




Um comentário :

My Instagram

©2019 Mundo Voluntário. Todos os direitos reservados. Tema: OddThemes