O Programa de Voluntariado da Copa do Mundo

               Tendo em vista a grande repercussão da divulgação do Programa de Voluntariado da Copa do Mundo 2014 na mídia de forma geral, decidi fazer este post para deixar bem claro quais são as condições da atuação do Voluntário nestes eventos. Antes de mais nada e para não ser repetitivo, leia meu post sobre o que é voluntariado, aqui.
               A inscrição de voluntários para os eventos da FIFA começou dia 21/08 e após 15 dias, ou seja, dia 04/09 o Comitê Organizador avaliará o número de inscritos e decidirá se mantém aberta as inscrições ou encerra. Somente no primeiro dia 67 mil pessoas se inscreveram no site oficial, de acordo com o site oficial há candidatos de todos os continentes, e de todos os estados do Brasil, estando São Paulo na frente seguido de Rio de Janeiro e Minas Gerais. Já entre os continentes, a América Latina apresenta maior número de inscritos.

               Como bem descrito no documento disponível aos pretendentes a voluntário, "Termos e Condições", a entidade reserva-se no direito de escolher os voluntários de acordo com seus próprios métodos, não tendo o dever de justificar a escolha pelo voluntário, muito menos aceitará pedidos de revisão de seu processo. Apenas candidatos selecionados receberam emails sobre as atividades posteriores, sendo assim, se sua inscrição for rejeitada em alguma etapa a entidade não lhe enviará um email avisando-lhe. Meu comentário: Essa é a única parte negativa do voluntariado na Copa, não existirá uma matriz de seleção disponível, sendo muito obscura a forma de seleção. O fato da recusa não ser avisada ao candidato também irá gerar muita confusão com os inscritos.
Voluntários no Sorteio Preliminar da Copa do Mundo 2014
                A entidade reserva-se no direito de checar a ficha criminal de cada inscrito no Programa de Voluntário, não deixando claro se isso é um processo de exclusão do mesmo. O voluntário pode se deparar com informações  ou bens protegidos que exigem o mínimo de idoneidade do mesmo. Sendo então o voluntário responsável pelos seus atos durante sua atuação.
               Ciente dos fatos acima, vamos a parte operacional do programa. O treinamento para os eventos seguirão o seguinte cronograma. Treinamento Geral, que deve ser online, e para cerca de 90 mil inscritos; Dinâmica de Grupo, uma parte inédita para mim que acredito ser muito importante no processo; Entrevistas, que podem ser online via skype; Entrevistas específicas, que guiará o processo de seleção para distribuir os voluntários em áreas de atuação e, finalmente, Treinamento Específico, provavelmente presencial e no local de atuação do voluntário. Ainda não há informações de quais desses processos serão eliminatórios, uma vez que começarão com 90 mil inscritos e para a Copa das Confederações serão selecionados apenas 7 mil, já para a Copa do Mundo devem ser 15 mil. Lembrando que são dois tipos de voluntários, os especialistas que irão atuar em áreas que exigem o mínimo de conhecimento específico e os generalistas que podem atuar nas mais diversas áreas, discutirei isto em outro post.
               Por se tratar de um trabalho voluntário, não há remuneração nem vínculo empregatício com a entidade. Sendo o voluntário responsável por qualquer gasto extra que possa ter. A entidade oferecerá apenas o uniforme, ajuda de custo para deslocamento dentro da sede e lanche, a carga horária de trabalho poderá chegar a 10h diárias, o que não quer dizer que seja necessariamente este tempo. A disponibilidade deve ser de pelo menos 20 dias corridos durante o evento, independente da duração do mesmo. Meu comentário: Como vem sendo dito por muitos críticos do mundo Capitalista, "os voluntários serão escravos da entidade". Prefiro não me ater a esses pontos, uma vez que o nome já diz tudo VOLUNTÁRIO. Brasileiro tem essa mania mesmo, nunca está bom para ele, se fosse uma exploração da Mão-de-obra, não haveria inscrições de 101 países e o programa de voluntariado já estaria desgastado. Obviamente não sou hipócrita ao falar que todos devem ser voluntários, apenas aqueles que estão afim de contribuir e aprender da melhor forma possível, se a pessoa pretende trabalhar e ganhar dinheiro com o evento oportunidades não irão faltar.
               Por fim, espero ter sanado algumas dúvidas ou reunido algumas informações necessárias. Em breve, farei um post comentando as áreas de atuação do Voluntário nos eventos e qual deve ser o perfil procurado para cada área. E para quem já se inscreveu, e quer estar ciente de todas as novidades do processo de seleção, aconselho a entrar nesse grupo do facebook: Voluntários Copa Brasil 2014.

Postar um comentário

My Instagram

©2019 Mundo Voluntário. Todos os direitos reservados. Tema: OddThemes