Conheça melhor o Programa de Voluntários Rio 2016

O Programa de voluntários para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 foi lançado no dia 28 de Novembro de 2014 com prazo para encerrar no dia 15 de Novembro que foi prorrogado por mais um mês e se encerram dia 15 de Dezembro.

Flavia Fontes, gerente do Programa de Voluntários Rio 2016
Fonte: Facebook

O processo de seleção pode até não ser nenhuma novidade para os veteranos de voluntariado mas mesmo assim o programa apresenta pontos novos e interessantes que causam dúvidas e geram ansiedade para os novos candidatos e até mesmo para os mais antenados. Sabendo disso, procuramos a Flavia Fontes, gerente de voluntariado do Comitê Organizador Rio 2016 que respondeu algumas perguntas feitas pelo Blog. Confira a entrevista completa:



Mundo Voluntário - Já são mais 200 mil inscritos no programa, como é o perfil dos inscritos? Nacionalidade, idade, raça, formação. Qual desses dados tem chamado mais atenção de vocês?

Flávia Fontes Já são mais de 230 mil inscritos até agora, a maioria são jovens. Os brasileiros são a maioria, seguidos dos russos. Temos mais de 10.000 russos, você acredita?


A maioria dos candidatos tem superior completo ou cursando. Temos representantes do Brasil todo sendo a maioria do Rio, seguido de São Paulo, mas temos representantes do Acre ao Rio Grande do Sul.


Algo que nos surpreendeu, foi a procura dos estrangeiros. Sabíamos do interesse de pessoas de fora, mas foi mais do que esperávamos. A maioria dos estrangeiros são de países que já receberam os jogos antes, o que também é um fato bem interessante.


MV - O que é preciso para ser um voluntário Rio 2016? Quais são os valores procurados?

Flávia - Procuramos pessoas apaixonadas, com energia contagiante, comprometidas e que saibam trabalhar em time e celebrar com responsabilidade.

MV - Como será o processo de seleção dos 70 mil voluntários? O processo é igual para todos ou existem particularidades dependendo do candidato? Há diferença do processo para os Jogos Olímpicos e Jogos Paralímpicos?

Flávia - São 70.000 mil vagas, sendo 45.000 para o olímpico, 25.000 para o paralímpico. O processo é integrado para os 2 eventos. O mais importante para os candidatos é completarem as fases do processo de seleção para que possamos encontrar a melhor vaga para cada um. Os brasileiros e cariocas tem prioridade.


Voluntários da área de Transporte em Londres 2012 - Foto: Getty Images - Dan Kitwood

MV - Quais serão as áreas que mais necessitam de voluntários e quantos serão? Qual é a área mais diferente de atuação de um voluntário no Rio 2016?

Flávia - A maioria dos voluntários gostariam de atuar com esporte mas a área de maior necessidade é a de atendimento ao público. São mais de 30.000 voluntários para essa área. A área de menor interesse hoje dos candidatos é a de transporte. Os motoristas voluntários irão dirigir por linhas exclusivas em carros zerinhos da Nissan.

Voluntários apoiam desde a entrega de medalhas, até a distribuição de uniformes.  São mais de 500 funções diferentes.

Uma posição interessante que foi até desenvolvida por um voluntário brasileiro em Sochi durante a paralimpiada de inverno é cuidar da sala de recreação da vila  dos atletas. Esse é o local onde os atletas vão descontrair. A função dele era jogar e fazer companhia para os atletas. Passava o dia jogando pebolim e tênis de mesa. Banaca, né?

MV - Como será a atuação dos voluntários nos eventos-teste (Aquece Rio)? Quantos voluntários será preciso durante esse período?

Flávia - Serão entre 10.000 a 15.000 voluntários divididos na série dos eventos testes. A atuação deles será em posições similares com as durante os jogos de 2016.

MV - Quantos voluntários serão convocados para trabalhar nas cidades do futebol? Eles poderão se inscrever e participar dos eventos-teste de outros esportes no Rio ou até mesmo dos Jogos Paralímpicos?

Flávia -  Os voluntários de outras cidades podem atuar nas cidades do futebol ou virem para o Rio. Serão em média 2000 por cidade. Eles podem demostrar disponibilidade para atuarem em eventos testes quando completam seu formulário. E fica por responsabilidade do voluntário viajar para o Rio para esse período de eventos. 

MV - Sabemos que existem muitos voluntários estrangeiros inscritos até agora no programa. Quais idiomas serão testados tanto para os estrangeiros quanto para os Brasileiros?

Flávia - Estamos testando os principais idiomas necessários para os jogos, são oito até o momento. Testamos somente os voluntários que tem como segunda língua: Inglês, Espanhol, Frances, Alemão, Italiano, Mandarim, Russo e/ou Japonês. Português (para estrangeiros) será testado no começo do ano que vem.

MV - A partir de Janeiro, está programado o início das alocações e logo depois as entrevistas presenciais. Como será essa etapa? O voluntário já saberá sua alocação antes da entrevista? E como será esse processo para os estrangeiros?

Flávia - As entrevistas começaram em Março e os voluntários saberão qual área de atuação estão sendo convidados para atuar. Se atendimento ao público, apoio operacional, transporte, tecnologia, área de saúde, esporte, comunicação e imprensa, protocolo e idiomas ou produção de cerimônias. Teremos um centro de seleção nas principais cidades do Brasil para entrevistas presenciais. Os internacionais serão entrevistados online.

MV - Os voluntários estrangeiros passarão por um teste de proficiência em português. Esse teste será excludente? Existirá algum curso de português para eles assim como haverá um curso de inglês para Brasileiros?

Flávia - Para a maioria das funções é necessário que o estrangeiro fale português. O nivelamento de português será realizado no início do ano que vem. Os estrangeiros receberão um curso básico para ajudá-los nesse desenvolvimento.


MV - Há alguma preocupação por parte do programa em alocar e comunicar o voluntário estrangeiro com certa antecedência para que ele se programe para vir ao Brasil e possa achar uma acomodação que condiz com seus gastos? 

Flávia - A grande maioria dos voluntários serão comunicados com até 6 meses antes dos jogos.

MV -  Após alocados e terem recebido a carta convite estão previstos treinamentos. Como eles irão acontecer?

Flávia - Os treinamentos serão um mix de online e presencial. Os online começam em 2015 e os presenciais acontecerão em 2016. Para os estrangeiros, os presenciais acontecem somente alguns dias antes da sua atuação. Voluntários internacionais deverão se apresentar por volta de 3 dias antes do seu primeiro dia de trabalho.

MV - A escala mínima de trabalho é 10 dias, é possível dentro da mesma alocação trabalhar mais do que esse período? 

Flávia - Algumas funções precisam de mais de 10 dias, como uma série das funções de protocolo e idiomas. O minimo é 10 dias, pois esse é o requerimento para maioria das funções. A função alocada já leva em consideração o tempo disponível de cada candidato.

MV - É possível ser voluntário desde agora? Como os interessados devem proceder?

Flávia - Temos um programa que já começou, chamado voluntários pioneiros. As inscrições para esse programa já encerraram. Os voluntários que estão se inscrevendo agora começam a participar somente durante os eventos teste.


Deu pra conhecer bem o programa? Serão várias etapas online e presencial e podemos ver que serão muitos selecionados. Já se inscreveu para ser o Herói dos seus Heróis ? Ainda não?! CORRA que ainda dá tempo acesse o site www.rio2016.com/voluntarios ou ligue para 3004-2016 (ligação local para todo o Brasil) e inscreva-se agora. Não fique de fora do maior evento do Mundo e que será sediado pela primeira vez na América do Sul e no Brasil.

Não se esqueça também de curtir nossa página no Facebook.

Postar um comentário

My Instagram

©2019 Mundo Voluntário. Todos os direitos reservados. Tema: OddThemes